Do campo à mesa - Os Benefícios dos Alimentos Processados

Dr David Heber, PhD
Print
Dr-David-Heber

De fato, abrange toda a cadeia alimentar, desde a colheita na fazenda às diferentes formas de preparação culinária em casa, facilitando muito a oferta de alimentos seguros para as populações ao redor do mundo. O processamento de alimentos pode alterar o valor nutricional dos alimentos de forma variada. Por exemplo, o congelamento rápido de legumes logo após a colheita, retarda a perda de nutrientes sensíveis.

O processo de cocção dos legumes leva a perda de vitamina C, mas também pode liberar certos compostos bioativos benéficos, como o betacaroteno na cenoura, que seria menos disponível durante a digestão, porque o calor rompe suas paredes celulares. É importante destacar que as perdas ocorridas no processamento podem ser repostas em outras etapas do processo.

A liofilização, por exemplo é um processo de desidratação do alimento que garante sua forma original e seu valor nutritivo, uma vez que o alimento não é exposto a altas temperaturas. Durante séculos, ingredientes têm apresentado funções úteis em uma variedade de alimentos. Nossos ancestrais utilizavam o sal para preservar carnes e peixes, acrescentaram ervas e especiarias para melhorar o sabor dos alimentos, açúcar para conservar frutas e uma solução de vinagre para conservar legumes.

Hoje em dia, os consumidores querem desfrutar de um alimento que seja nutritivo, saudável, seguro, conveniente e saboroso. Os métodos de processamento de alimentos e os avanços na tecnologia, ajudam a tornar isso possível.

Os aditivos alimentares ajudam na garantia da segurança alimentar, do valor nutricional ou na melhora da qualidade dos alimentos. Eles desempenham um papel importante na preservação do frescor, da segurança, do aspecto, do sabor e textura dos alimentos. Muitos alimentos processados são tão nutritivos ou em alguns casos até mais nutritivos do que os frescos ou alimentos cozidos em casa, dependendo da maneira pela qual são preparados.

As conservas de peixe são uma boa fonte de cálcio, porque os peixes são, muitas vezes, enlatados sem ser desossados e o processamento torna os ossos mais suaves, tenros e comestíveis. Hoje em dia é difícil consumir uma dieta baseada apenas em alimentos frescos e não processados.

A maior parte dos alimentos da nossa casa vem de alimentos processados, que ajudam a acrescentar variedade à nossa dieta e comodidade para nossas vidas ocupadas. A inclusão de uma ampla gama de alimentos, sejam frescos, congelados, enlatados ou processados, permite aos consumidores alcançar suas doses diárias recomendadas de nutrientes. Por exemplo, conservas de frutas, sucos e smoothies, frutas e vegetais congelados - todos contribuem para o aumento do consumo de frutas legumes e verduras. A chave para os consumidores é o equilíbrio e a variedade – um único alimento, independente de sua forma de apresentação (natural ou processado), não fornece todos os nutrientes necessários.

Herbalife is a Proud Member of the Direct Selling Association and a Signatory to the DSA Code of Ethics


pt-BR | 22/08/2017 23:15:38 | NAMP2HLASPX03