Mitos e Fatos sobre a estratégia dos substitutos de refeição

Dr. Nataniel Viuniski - Médico Nutrólogo
Print
nab-nataniel

Durante muito tempo, essa intervenção foi vista com certa resistência por parte dos estudiosos da nutrição. Isso foi devido a seu histórico, pois no passado, alguns produtos eram inadequados do ponto de vista nutricional. Os shakes estavam relacionados ao potencial reganho de peso, quando os pacientes interrompiam o seu uso ou substituiam uma ou duas refeições principais, simplesmente não educavam ou melhoravam seus hábitos alimentares. Quando chegaram ao Brasil, a categoria já estava regulamentada.
Fonte: Medical Journal of Australia MJA 2006, 184 (2) 52-53 Garry Egger

Mito: Não pode substituir uma refeição por ter poucas calorias.
Fato: Para ser um substituto de refeição é necessário que o produto tenha entre 200 e 400 kcal, entre 25% e 50% de proteínas, máximo de 30% de gorduras e 33% de vitaminas e minerais.

Mito: Não pode ser usado por muito tempo.
Fato: Por ser um produto alimentício e não um medicamento, seu consumo pode ser feito indefinidamente. O substituto de refeição deve estar inserido no contexto de uma dieta balanceada com calorias controladas.

Mito: É uma fórmula mágica e empírica.
Fato: Nos últimos anos muitos estudos clínicos foram publicados assegurando a eficácia e a segurança da estratégia dos substitutos de refeição. Entidades de nutrição e de saúde emitiram pareceres comprovando os seus benefícios.

Mito: Não é balanceado (referindo-se ao balanceamento de uma dieta regular: 50 – 60% carboidratos, 25% gorduras e 15% proteínas)
Fato: Uma dieta para controle de peso deve conter menos gordura, mais proteína e uma quantidade razoável de carboidratos. Por isso, o balanceamento dos macronutrientes segue as necessidades específicas de uma pessoa que deseja emagrecer.

Mito: Possuem alta quantidade de “mucilagens”, por isso dão saciedade e causam transtornos intestinais.
Fato: Substitutos de refeição não apresentam “mucilagens” em suas listas de ingredientes.

Mito: As quantidades de vitaminas e minerais não são suficientes para substituir uma refeição principal.
Fato: Todo substituto de refeição devem conter no mínimo 33% das necessidades diárias de vitaminas e minerais para uma refeição.

Mito: É necessário fazer suplementação com outros alimentos fortificados e enriquecidos.
Fato: O consumo dos substitutos de refeição é extremamente seguro. O objetivo dos substitutos de refeição é fornecer vitaminas e minerais de uma refeição convencional em quantidades suficientes para atender as necessidades diárias de um adulto.

Mito: Só pode ser consumido sob supervisão de médico ou nutricionista.
Fato: os substitutos de refeição podem ser consumidos por qualquer pessoa adulta saudável que queira controlar as calorias ou queira uma refeição leve e rápida. Apenas grupos populacionais específicos como crianças, gestantes, lactantes e idosos devem buscar orientação de um profissional habilitado para fazer uso do produto.


 

Herbalife is a Proud Member of the Direct Selling Association and a Signatory to the DSA Code of Ethics


pt-BR | 15/12/2017 02:20:08 | NAMP2HLASPX02